7 Dicas para Fazer uma Conclusão Impactante no seu Sermão

A conclusão do sermão, embora seja a parte final, requer uma atenção cuidadosa no planejamento. É o momento crucial para deixar uma impressão duradoura na vida dos ouvintes sobre o que você pregou.

Uma conclusão bem elaborada pode fortalecer a mensagem e motivar a reflexão. Haddon Robinson dizia que a conclusão é como pousar um avião, precisa pensar bem onde e como pousará o avião.

Aqui estão seis dicas simples para aprimorar a conclusão do seu sermão:

1. Recapitule os Pontos Principais

Ao iniciar a conclusão, faça um breve resumo dos pontos-chave abordados durante o sermão. Isso ajuda a reforçar a mensagem e a manter a atenção da audiência.

Recapitular ajuda muito a recordar as partes principais do sermão, principalmente se for um sermão com tópicos, tipo “4 qualidades de Timóteo” ou “3 Passos para a vitória”.

Por exemplo: “Hoje, exploramos a importância da compaixão, da fé e da perseverança. Agora, vamos juntos recordar como esses princípios podem transformar nossas vidas.”

2. Utilize Histórias e Exemplos Práticos

Nada prende a atenção como uma boa história. Introduza uma narrativa inspiradora ou um exemplo prático que destaque a aplicação prática da mensagem. Isso torna a conclusão mais real e tangível.

Mas lembre-se de que a história precisar reforçar o tema. Ou seja, se não contribuir com o tema da pregação, não conte.

Por exemplo: “Quero compartilhar uma história de superação que ilustra como a fé pode nos sustentar mesmo nos momentos mais difíceis.”

Estabeleça um Apelo à Ação

3. Estabeleça um Apelo à Ação

Incentive a congregação a aplicar os princípios abordados no sermão em suas vidas diárias. Ofereça sugestões práticas e desafie-os a fazerem mudanças positivas.

Você precisa motivar a igreja para agirem sobre a mensagem pregada. O apelo é convidar as pessoas para dar um passo de fé.

O mais comum nas igrejas hoje, é convidar as pessoas para virem a frente para receberem uma oração. Por exemplo, você pregou sobre se entregar para a obra missionária, então poderá convidar aqueles que querem fazer um compromisso com Deus nas missões.

Outro exemplo, se você pregou sobre perdão, então faça um apelo para as pessoas aproveitarem a oportunidade para abrir o coração e perdoar ou liberar perdão.

4. Termine com uma Citação Impactante

Uma citação poderosa pode deixar uma impressão duradoura. Escolha uma frase que resuma a essência da sua mensagem e que ressoe com a congregação.

Por Exemplo: “Como dizia Martin Luther King Jr.: ‘A fé é tomar o primeiro passo, mesmo quando você não vê a escada inteira.'”

Concluir com uma frase é mais uma opção para finalizar uma pregação.

5. Mantenha um Tom de Esperança

Independentemente do tema abordado, conclua com uma mensagem de esperança. Inspire a confiança de que, através da fé e ação, é possível superar desafios e construir um futuro melhor.

Mesmo que você tenha pregado uma mensagem de exortação, procure oferecer esperança na conclusão. Pois, Deus nos oferece a oportunidade de arrependimento.

Conclusao com um louvor

6. Conclua com um louvor

Uma boa dica para concluir uma pregação é usar a música. Após pregar a mensagem, você pode chamar o grupo de louvor para cantar. Se você canta, pode adorar junto com o grupo.

Caso sua igreja não tenha grupo, você pode chamar alguém que canta para ministrar um louvor, de preferência que tenha relação com o tema do sermão.

7. Finalize com uma Oração Impactante

Encerre o sermão com uma oração que sintetize os ensinamentos e peça bênçãos para todos. Isso cria um momento de comunhão e reflexão.

Por Exemplo: “Vamos encerrar nossas palavras em oração, pedindo sabedoria e força para aplicar o que aprendemos hoje. Que a graça divina nos acompanhe em cada passo.”

A oração pode ser combinada com qualquer uma destas formas de conclusão. Além disso, a oração sempre traz uma atmosfera espiritual.

Sobre o momento certo de concluir, eu sempre recomendo o pregador estar sensível ao Espírito Santo. Ou seja, quando você percebe que o clima está apropriado, conclua.

Neste momento, deixe Deus te guiar. Se Ele tocar para fazer uma oração, faça; se Ele te conduzir para um louvor, faça. Você deve se preparar para a conclusão, mas deve deixar Deus te conduzir.

Lembre-se, a conclusão do sermão é uma oportunidade única para deixar uma marca significativa. Ao seguir essas dicas, você estará mais preparado para impactar positivamente a vida da sua congregação.

Sobre o Autor

Andre Lourenco
Andre Lourenco

Bacharel em Teologia e tecnólogo em Gestão da Qualidade, André possui mais de 15 anos de experiência na pregação. Autor de cursos de homilética e hermenêutica, também leciona na EBD.

0 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Solicitar exportação de dados

Use este formulário para solicitar uma cópia de seus dados neste site.

Solicitar a remoção de dados

Use este formulário para solicitar a remoção de seus dados neste site.

Solicitar retificação de dados

Use este formulário para solicitar a retificação de seus dados neste site. Aqui você pode corrigir ou atualizar seus dados, por exemplo.

Solicitar cancelamento de inscrição

Use este formulário para solicitar a cancelamento da inscrição do seu e-mail em nossas listas de e-mail.