10 Melhores Versículos bíblicos sobre Dízimos e ofertas

Sabemos que o ato de entregar os dízimos e ofertas na casa do Senhor é uma atitude de gratidão por tudo aquilo que Ele já nos tem dado. Embora a prática dos dízimos e ofertas, sejam alvos de muito questionamento e dúvidas, vemos através dos versículos que essa prática continua sendo um mandamento bíblico.

Pensando nisso, separei aqui 10 versículos bíblicos muito relevantes sobre os dízimos e ofertas, nos oferecendo diretrizes e princípios para nos ajudar a compreender a importância e o propósito dessa prática de adoração e serviço a Deus.

Aqui estão os 10 melhores versículos bíblicos sobre dízimos e ofertas:

versículos sobre dízimos e ofertas

1 – Malaquias 3:10

Trazei todos os dízimos à casa do tesouro, para que haja mantimento na minha casa, e depois fazei prova de mim nisto, diz o SENHOR dos Exércitos, se eu não vos abrir as janelas do céu, e não derramar sobre vós uma bênção tal até que não haja lugar suficiente para a recolherdes.

Em Malaquias 3:10, Deus exorta Seu povo a trazerem os dízimos, ou seja, a décima parte de seus rendimentos, para a casa do Tesouro.

O propósito do dízimo é prover sustento para a obra do Senhor e para o serviço da casa de Deus. Deus desafia Seu povo a testá-Lo nisso, prometendo derramar bênçãos abundantes do céu sobre aqueles que fielmente obedecem a essa prática de contribuição financeira.

A entrega do dízimo é uma forma de confiar em Deus como provedor e honrá-Lo com os recursos que Ele nos confia.

2. Provérbios 3:9-10

“Honra ao Senhor com os teus bens e com as primícias de toda a tua renda; assim, se encherão de fartura os teus celeiros e transbordarão de mosto os teus lagares.”

Esses versículos sobre o dízimos e ofertas, descrito em Provérbios 3:9-10, é um incentivo para nós honrarmos ao Senhor com nossos bens e rendimentos.

A prática de oferecer as primícias, ou seja, a primeira parte de nossos ganhos, é uma demonstração de reconhecimento de que tudo o que temos vem do Senhor. Ao oferecer generosamente, não apenas demonstramos nossa gratidão, mas também confiamos que Deus cuidará de nós e suprirá nossas necessidades.

A promessa de fartura nos celeiros e vinhas é uma alusão às bênçãos que o Senhor derrama sobre aqueles que O cuidam em primeiro lugar com suas finanças.

3 – Lucas 6:38

“Dai, e ser-vos-á dado; boa medida, recalcada, sacudida, transbordante, generosamente vos darão; porque com a medida com que já tiveram medido vos medirão também.”

Em Lucas 6:38, Jesus nos encoraja a contribuir com generosidade. Nos ensinando que a forma como damos aos outros será a medida com que também receberemos.

Quando oferecemos e contribuímos para o bem-estar dos outros e para a expansão do Reino de Deus, Ele retribui abundantemente, usando uma medida ainda mais generosa. Esse princípio não se refere apenas às finanças, mas também ao amor, compaixão e serviço ao próximo.

Ao entregarmos de coração, demonstramos a natureza altruísta e amorosa de Deus em nossas vidas.

4 – 2 Coríntios 9:7

“Cada um contribua segundo proposto no coração, não com tristeza ou por necessidade; porque Deus ama a quem dá com alegria.”

O apóstolo Paulo, em 2 Coríntios 9:7, nos ensina sobre a atitude correta ao ofertar. Ressaltando que a contribuição deve ser motivada pelo coração, não por obrigação ou coação. Pois, Deus valoriza uma doação alegre, feita com entusiasmo e generosidade.

Ao oferecer com alegria, reconhecemos que tudo o que possuímos é um dom de Deus, e nosso coração se enche de gratidão por sermos capazes de participar da obra do Senhor e abençoar outros por meio das nossas ofertas.

5 – Hebreus 7:8

“E aqui certamente tomam dízimos homens que morrem; ali, porém, aquele de quem se testifica que vive.”

O autor dos Hebreus 7, discute nesse versículo o sacerdócio de Melquisedeque, destacando a superioridade deste em relação ao sacerdócio levítico. Melquisedeque é apresentado como uma figura misteriosa, sem genealogia sacerdotal, e que abençoou Abraão após a batalha contra os reis.

O versículo 8 menciona que os homens que recebem os dízimos na Terra são mortais, enquanto Melquisedeque, o qual Abraão ofereceu o dízimo, é visto como alguém que vive eternamente.

Esse texto traz uma conexão entre a entrega do dízimo e o reconhecimento da autoridade e bênção divina.

6 – 2 Coríntios 8:12

“Porque, se há prontidão de vontade, aceitará segundo o que qualquer tem e não segundo o que não tem.”

Neste capítulo, o apóstolo Paulo incentiva os coríntios a contribuírem para uma oferta destinada aos irmãos necessitados em Jerusalém. Ele ressalta que a disposição de coração é o que importa na contribuição.

Deus não espera e nem deseja que alguém faça além de suas possibilidades financeiras, mas valoriza a oferta apresentada com generosidade e prontidão.

Esse versículo ensina que a motivação e a sinceridade do coração são fundamentais ao ofertar para Deus e para o auxílio ao próximo.

7 – Provérbios 11:24-25

“Há quem dê generosamente, e vê aumentar suas riquezas; outros retêm o que deveriam dar, e caem na pobreza. O generoso prosperará; quem dá alívio aos outros, alívio recebe.”

Provérbios 11:24-25 enfatiza a importância da generosidade e da partilha. Aqueles que possuem um coração grato e generoso com suas posses e recursos, experimentam bênçãos em suas vidas.

Deus honra aqueles que têm um coração generoso, sendo recompensado com aumento financeiro. Por outro lado, aqueles que retêm o que deveriam dar aos outros acabam enfrentando dificuldades financeiras. O princípio de semear e colher se aplica também às nossas finanças e ofertas.

8 – Lucas 21:1-4

“Jesus olhou para cima e viu os ricos lançando as suas contribuições no gazofilácio. Viu também certa viúva pobre lançar ali duas pequenas moedas; e disse: ‘Em verdade vos digo que esta viúva pobre deu mais do que todos os outros; porque todos aqueles deram como oferta a Deus do que lhes sobrava; mas esta, da sua pobreza, deu tudo o que possuía, todo o seu sustento.”

Nessa passagem do Evangelho de Lucas, Jesus observa as pessoas trazendo suas ofertas no gazofilácio, onde as contribuições eram depositadas.

Ele elogia a atitude da viúva pobre que, mesmo com muito pouco, deu tudo o que possuía como oferta a Deus. Essa história ilustra a importância do coração e da proporção nas ofertas.

Deus não valoriza apenas o valor ofertado, mas sim a dedicação e o prazer com que as ofertas são feitas.

9 – Levítico 27:30

“Todas as dízimas da terra, quer dos cereais, quer das frutas das árvores, propriedade ao Senhor; são consagradas ao Senhor.”

Levítico 27:30 destaca a lei do dízimo no Antigo Testamento, onde Deus ordena que as pessoas consagrem a décima parte de seus rendimentos, seja das colheitas, seja dos frutos das árvores, ao Senhor.

O dízimo era uma prática comum no sistema de culto judaico, e sua observância demonstrava a submissão ao Senhor como provedor e detentor de todas as coisas.

Esse versículo ensina a santidade do dízimo, indicando que ele é algo separado e dedicado exclusivamente a Deus.

10 – 2 Coríntios 9:6

“Mas digo isto: Aquele que semeia pouco, pouco também ceifará; e o que semeia com fartura, com abundância também ceifará.”

Em 2 Coríntios 9:6, Paulo reforça o princípio da semeadura e colheita, aplicado também às ofertas. Assim como na agricultura, o resultado da semeadura está diretamente relacionado à quantidade e qualidade das sementes lançadas ao solo, o mesmo se aplica às ofertas que entregamos a Deus e às ações generosas que praticamos.

Aqueles que semeiam com generosidade, colherão também de forma abundante. Esse versículo encoraja a prática de ofertas com coração disposto e grato, certos de que Deus retribui com bênçãos proporcionais à generosidade de nossas ações.

Se você gostou destes versículos sobre dízimo e oferta, então continue lendo:

Sobre o Autor

Indiara Lourenço
Indiara Lourenço

Indiara possui mais de 20 anos de experiência ensinando e pregando. Já atuou em vários ministérios como: infantil, feminino e jovens. Estudante de teologia, também ministra aulas na EBD.

0 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Solicitar exportação de dados

Use este formulário para solicitar uma cópia de seus dados neste site.

Solicitar a remoção de dados

Use este formulário para solicitar a remoção de seus dados neste site.

Solicitar retificação de dados

Use este formulário para solicitar a retificação de seus dados neste site. Aqui você pode corrigir ou atualizar seus dados, por exemplo.

Solicitar cancelamento de inscrição

Use este formulário para solicitar a cancelamento da inscrição do seu e-mail em nossas listas de e-mail.